S•E•N•T•I•R a Vida Araranguá

Morgana & Rafa ♥ Elisa

Por um bom tempo fotografar gestantes foi algo muito difícil para mim.

Escrever essa frase e assumir este sentimento em voz alta é libertador!

Quando iniciei na fotografia, queria muito ser mãe. Passei anos me cuidando para não ter uma gravidez não planejada, e quando quis que acontecesse, simplesmente não aconteceu.

Pensei que seria mais fácil.

A cada menstruação, aquela sensação de impotência vinha junto.

Me sentia traída pelo meu próprio corpo.

Antes de sair para comprar os absorventes, incontáveis foram os testes de gravidez jogados no lixo embrulhados em lágrimas de decepção.

A cada orçamento de ensaio de gestante, meu coração gritava em silêncio. Não conseguia me entregar por inteiro.

Após cinco anos, entendo que esse sentimento não foi em vão.

Curei minhas feridas. Entendi que as coisas não acontecem no tempo da gente e nem mesmo quando a gente quer. Não cabe a nós decidir quando e como as coisas acontecerão! Confio em um Deus do impossível, que sabe de todas as coisas, e acredito que só Ele sabe o que está escrito pra mim.

Hoje consigo comemorar e sentir o milagre da vida em todo ensaio de gestante que faço! Sei o quanto é difícil e principalmente, quando a nova mãe que está ali comigo passou por dificuldades parecidas com as minhas.

Comemoro, vibro, choro, me emociono com as histórias que registro e hoje entendo que entrego o meu melhor por passar pelo que passei.

Me sinto preparada e forte para registrar esse amor!

Já que abri meu coração e revelei coisas que antes guardava apenas para mim, vou dar uma dica: se você conhece alguém que ainda não é mãe, e que você julga já estar na hora de ser, evite frases do tipo "vai fazer um bebê quando?" , "relaxa! Quando você esquecer acontece!" , "já pensou em adotar?"... Você não sabe o que essa mulher já fez e sentiu, nem mesmo quão difícil foi para cicatrizar o ferimento que sem querer, você está arrancando a casca.

A @morganacardosoalves foi um marco na minha história por esse ensaio, no qual iniciei e terminei feliz, entendendo os porquês e sentindo gratidão pelas lágrimas que derramei e me tornaram uma fotógrafa, uma mulher, uma pessoa melhor.

Gratidão! A ela, ao Rafa, e a baby Elisa .

Tags

ensaio de gestante gravidez gravida fotografia de gestante em fotografia de gestante em ararangua book de gravida ensaio de gestante em arroio do silva fotografia de gravidez ensaio de casal